Episódio 31 // Livre na Trilha com Rose Eidman

Esse episódio foi muito esperado! Finalmente conseguimos, e está no ar, a nossa entrevista com a Rose Eidman. Com 53 anos, ex-fumante, ela completou a Pacific Crest Trail, uma das mais difíceis e perigosas trilhas do mundo. Foi a segunda  brasileira a completar a trilha – é pouca farofa, não, gente! Nós falamos sobre as motivações que a levaram “caminhar”. Sobre como é a vida na trilha, desde os perigos, à solidão, aos amigos até o retorno e a nova partida. Foi uma delícia de conversa, pode apertar o play porque está valendo!

Agradecimentos especial à querida Adri Raduenz pela apresentação da Rose e sua história, pelo material lindo compartilhado e pela inspiração ❤

Rose na PCT

Colabore com a “Causa Livre”. Clique aqui para apoiar! ❤

TÓPICOS DO EPISÓDIO:
  • Apresentação;
  • Explicação sobre a PCT (Pacific Crest Trail) e a experiência dela lá;
  • Preparação física e psicológica;
  • Como é a mochila para uma caminhada desse porte? E as questões de higiene?
  • Como a relação com os medos e outros fantasmas;
  • Passou por algum perigo?
  • Como lidar com a Solidão;
  • Solidariedade entre os hykers;
  • Viajante ou Atleta?
  • Como é volta? Como é a reintegração no cotidiano?
  • Biografia sobre o assunto – ou a falta dela;
  • Quais as próximas trilhas em mente?
 AS FRASES DA ROSE QUE AMAMOS:

Tweet: “Minha primeira motivação foi parar de fumar, mas daí precisava preencher a vida com outras motivações. A Verdade é que eu estava perdida.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Terceirizar a felicidade não dá certo.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “O Caminho de Santiago foi a minha primeira trilha. Ninguém acreditava que ia conseguir, nem eu. Mas eu me libertei dessa coisa da competição. Me propus chegar na próxima cidade e era isso.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Quando fui fazer trilha na Grécia (a minha segunda trilha) meu amigo disse: não precisa trazer barraca. Eu falei: que barraca? Não tenho barraca. E ele perguntou: como você viaja?! Eu era muito iniciante ainda.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Eu juntei a minha experiência de andar em Santiago com a de acampar e me superar da Grécia. Foi aí que comecei a pensar na PCT – Pacific Crest Trail.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Se você não dominar bem o inglês fica muito difícil fazer a PCT- Pacific Crest Trail.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Nem uma academia ou livro te prepara para o que você encontrará lá. É um desespero, e o psicológico é muito mais forte que a parte física. Estou sendo bem honesta (sobre a PCT – Pacific Crest Trail).” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Eu era uma pessoa antes do PCT e hoje sou outra. Descobri que apesar sentir medo sou capaz de enfrentá-lo e seguir.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “Eu fui muito julgada por ser mulher e fazer trilha, principalmente pelas minhas amigas. Elas não entenderam, por incrível que pareça. Isso foi uma grande decepção.” Rose Eidman | @podcastlivre

Tweet: “É muito libertador saber que você tem tudo que precisa em uma mochila. Eu recomendo, nem que seja só por 10Km.” Rose Eidman | @podcastlivre

SOBRE A PCT – Pacific Crest Trail (Texto de Adriane Raduenz):
  • Percurso pedestre e equestre que se estende da fronteira dos EUA/México até à sua fronteira com o Canadá seguindo os montes mais altos da Sierra Nevada e do Cascade Range paralelamente ao Oceano Pacífico.
  • A Pacific Crest Trail tem um total de 4260 km e tem elevação variável desde o nível médio do mar na fronteira Oregon-Washington até aos 4009m da Forester Pass na Sierra Nevada.
  • A rota é feita principalmente através de florestas nacionais e reservas florestais, evita a civilização e passa por terrenos montanhosos cenográficos e intocados nos estados da Califórnia, Oregon e Washington.
  • Geralmente o tempo para fazer a trilha completa são os meses sem neve em cada estado, isto é uma janela de apenas 5 meses durante o ano. A maioria dos thru-hikers faz no sentido sul –> norte. Thru-hikers são pessoas que fazem a trilha completa e section hikers são aqueles que fazem apenas certos trechos.
  • Para realizar a trilha completa são necessários pelo menos três meses. Atletas de elite terminam em 2 meses.
MAIS SOBRE A ROSE EIDMAN (texto Adriane Raduenz):
MAIS SOBRE O LIVRE:
MAIS SOBRE A MAGÊ:
MAIS SOBRE A RAPHA:
CONECTE-SE COM A GENTE NO SNAPCHAT:

APOIE A CAUSA “LIVRE”! ESCOLHA SEU LIVRO E COMPRE POR AQUI! ❤

Anúncios

2 comentários sobre “Episódio 31 // Livre na Trilha com Rose Eidman

Sinta-se "Livre" para deixar um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s